quinta-feira, 15 de outubro de 2009

DESAFIO - ORANDO 30 DIAS PELO MEU MARIDO


Estou fazendo o desafio de orar e jejuar por meu marido durante trinta dias e esses dias vão ser baseados no livro -
O poder da esposa que ora.



Convido você a participar também fazendo um dia de cada vez.
Em alguns dias não postarei pois tem dias que é mais complicado acessar a internet como por exemplo nos fins de semana, mas sempre que possível postarei.
Se em algum dia eu não postar, repita o tema da oração do dia anterior.
Que você como esposa possa ser a auxiliadora do seu marido, fortalecendo- o em todas as áreas de sua vida através da sua oração por ele.
Vou postas os capítulos com minhas palavras e algumas retiradas do livro, mas sempre fiéis aos temas dos capítulos.
Que o Senhor fale ao seu coração e transforme ou melhore ainda mais seu casamento.

Vamos então começar nosso desafio!

Orando por você esposa

A parte difícil para a esposa que ora, além do sacrifício do tempo, é manter um coração puro. Ele deve estar limpo diante de Deus para que você possa ver os bons resultados. É por isso que antes de orar pelo marido, deve-se começar a orar pela esposa. Algumas vezes as esposas sabotam suas próprias ora­ções por não orar com o coração puro

Eu gostaria de dizer que tenho orado regularmente por meu marido desde o começo do nosso casamento até hoje, mas foram somente oração curtas, “proteje-o”, transforma-o”.
Foi em mim que Deus trabalhou primeiro. Meu coração tinha de ser abrandado, humilhado, moldado, quebrantado e reconstruído antes que Deus sequer começasse a trabalhar em meu marido. Aos poucos, compreendi que é impossível entregar-se à oração por seu marido sem primeiro examinar o seu próprio coração. Eu não podia ir a Deus e esperar respostas à ora­ção se abrigava em meu íntimo indisposição para perdoar, amargura ou ressentimento. Não podia fazer minha oração favorita de três palavras sem reconhecer no mais profundo da minha alma que tinha de fazer primeiro a oração de três palavras favorita de Deus: "Transforma- me, Senhor".
Quando orar pelo seu marido, em especial com a esperança de mudá-lo, é claro que você poderá esperar algumas transformações.
Confesse essas faltas a Deus e peça que a liberte de tudo que não venha dele. Um dos maiores presentes que você pode dar a seu marido é a sua in­tegridade.
— Ajude-me a tomar a atitude certa sobre isto, Senhor.

Ore por seu marido mesmo que ele não este­ja orando por você.

Deus pode ressuscitar o casamento mais morto que existe, mas é preciso humilhar-nos diante dele e desejar viver do seu modo: com perdão, bondade e amor..
A Linguagem do Supremo Amor
Algo surpreendente acontece em nossos corações quando ora­mos por outrem.
Quando você ora por seu marido, o amor de Deus por ele irá crescer em seu coração. Já vi mulheres que não sentiam mais amor pelo marido descobrirem que esses sentimentos vieram com o tem­po, à medida que oravam. Falar com Deus sobre o seu marido é um ato de amor. A oração dá lugar ao amor, que gera mais oração, que, por sua vez, dá lugar a mais amor. O ponto em tudo isto é que, como marido e mulher, não queremos seguir caminhos separados. A oração, como linguagem suprema do amor, permite que isso aconteça.
Se estiver com raiva de seu marido, conte isso a Deus. — Há um preço a pagar quando agimos independentemente um do outro. "No Senhor, todavia, nem a mulher é indepen­dente do homem, nem o homem, independente da mulher" (1 Co 11.11).
Diga em vez disso:
Senhor, nada em mim quer orar por este homem. Leva-o pelos caminhos do arrependimento e da libertação. Entrego ao Senhor todos esses sentimentos. Dá-me uma sensação de amor renovado por meu marido e as palavras para resolver esta situação.
Se tiver dificuldade em assumir este tipo de compromisso em oração, pense no as­sunto sob a perspectiva do Senhor.
Ver seu marido através dos olhos de Deus - não apenas como seu marido, mas como filho de Deus, um filho a quem o Senhor ama - pode ser uma grande revelação.
A esposa tem a capacidade de magoar o marido mais do que qualquer outra pessoa, e ele pode fazer o mesmo com ela. Algumas vezes, qualquer coisa que digamos só irá prejudicar o andamento daquilo que Deus quer fazer, portanto, é melhor calar-se e orar.
A Bíblia diz: "Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma diante de Deus; porque Deus está nos céus, e tu na terra; portanto sejam poucas as tuas palavras" (Ec 5.2). Se tiver de dizer algumas palavras duras, peça a Deus para ajudá-la a escolher o melhor momento para isso. Ore pedindo as palavras certas e para que o coração de seu marido esteja totalmente aberto. Gostaria de ter aprendido há mais tempo a orar antes de falar. Minhas palavras freqüentemen­te provocavam uma reação defensiva em meu marido, resul­tando em respostas ásperas, que ambos lamentávamos. Era preciso que Deus falasse com ele.


Não são as palavras que dizemos que fazem diferença, mas o poder de Deus que as acompanha. Ficará ainda mais espantada com o que pode acontecer quando se cala e deixa Deus trabalhar.
A Bíblia nos ensina que a mulher pode ganhar o marido sem di­zer palavra, porque o que ele observa na esposa fala mais alto do que o que ela lhe diz. "Sejam ganhos (os maridos), sem palavra alguma, por meio do procedimento de suas espo­sas" (1 Pe 3.1).
Pode dizer: — Não vou fingir, mas vou falar de coisas que não fazem parte da vida de meu mari­do como se já fizessem. — É claro que você não pode forçá-lo a fazer algo que ele não quer, mas pode acessar o poder de Deus mediante a oração para que a voz do Senhor penetre a alma de seu marido.
Não importa quanto tempo você tenha de orar para que ele venha a conhecer a Deus; mesmo que leve a vida inteira, o tempo não terá sido desperdiçado. Pode buscar a ajuda de Deus.
Parte de tornar a casa um lar é permitir que seu marido seja o cabeça, para que você possa ser o coração.
Deus colocou o marido como ca­beça da família, quer ele mereça ou não, quer ele desem­penhe essa função adequadamente ou não. Essa é a ordem de Deus para as coisas. Não estou querendo dizer que a mulher não pode traba­lhar e que o marido não pode cuidar da casa; as atitudes do coração e da cabeça é que fazem a diferença. Houve dias em que meu marido to­mou conta da casa para que eu pudesse trabalhar. E eu cuidei da casa sozinha quando ele não podia me ajudar.
Quando você olhar seu marido através do coração de Deus, poderá enxergar com outros olhos. Peça ao Senhor que o dê a você.
Quando estiver orando por si mesma - a esposa dele – lembre-se do modelo da esposa virtuosa da Bíblia. Contribui para a boa reputação do marido. O resultado é que ela é uma mulher cujo marido confia nela porque "lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Creio que o "bem" mais importante que a mulher pode fazer para o marido é orar. Você me acompanha?

Oração
Senhor, ajude-me a ser uma boa esposa. Não posso ser mais do que sou neste momento. Só o Senhor pode transformar- me.
Mostre-me onde há pecado em meu coração, especialmen­te com relação ao meu marido. Capacite-nos para nos comu­nicarmos bem e livre-nos do limiar da separação que leva ao divórcio.
Faça de mim o tipo de mulher do qual ele possa orgulhar-se como esposa.
Liberto meu marido do fardo de satisfazer-me em áreas em que devo esperar isso do Senhor. Deixo quais­quer mudanças que precisem ser feitas nas mãos do Senhor, aceitando plenamente que nenhum de nós dois é perfeito e ja­mais será. Só o Senhor, meu Deus, é perfeito e peço que nos aperfeiçoe.
Ensine-me a orar por meu marido e a fazer das minhas ora­ções uma verdadeira linguagem de amor. Onde o amor morreu, renove-o, Senhor. Mostre-me como é de fato o verdadeiro amor e como compartilhá-lo com meu marido.
Faça de mim uma nova pessoa, Senhor. Ajude-me a vê-lo com novos olhos, nova apreciação, novo amor, nova compai­xão e nova aceitação. Dê a meu marido uma nova mulher, e que seja eu.

Instrumentos de Poder

Por isso vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco. E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.
Mc 11.24,25

Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus em Cristo vos perdoou.
Ef 4.32

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á . Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á .
Mt 7.7,8

Com a sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda sorte de bens, preciosos e deleitáveis.
Pv 24.3,4

E não nos cansemos de fazer
o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.
Gl 6.9

Um abraço,

Rosângela

5 comentários:

  1. Rosangela estou vivenciando essa situação que nunca esperei.Estou na luta e em oração gostaria de conversar com você no privado teria possibilidade.

    ResponderExcluir
  2. Rosangela estou vivenciando essa situação que nunca esperei.Estou na luta e em oração gostaria de conversar com você no privado teria possibilidade.

    ResponderExcluir
  3. Oi Rosangela, gostaria de falar com vc no privado, pois pouco parecido com vc eu etou vivenciando uma situação bem pior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila, sinto muito que esteja passando por um momento difícil em seu casamento. Já vivi momentos horríveis no meu, cheguei a acreditar que não teria mais jeito, mas a força de Deus não tem limites e se formos a ele de coração limpo ele sempre assume o controle de nossas vidas e nos guia pelo melhor caminho. Se precisar de alguém pra conversar, apenas pra aliviar o peso de guardar tanta dor no coração, estou a disposição. Um abraço.

      Excluir
    2. Oi Priscila, sinto muito que esteja passando por um momento difícil em seu casamento. Já vivi momentos horríveis no meu, cheguei a acreditar que não teria mais jeito, mas a força de Deus não tem limites e se formos a ele de coração limpo ele sempre assume o controle de nossas vidas e nos guia pelo melhor caminho. Se precisar de alguém pra conversar, apenas pra aliviar o peso de guardar tanta dor no coração, estou a disposição. Um abraço.

      Excluir